PT

O nosso planeta está em perigo e é necessário intervir imediata e eficazmente. As minhas canções pretendem ser uma inspiração para o muito que existe a fazer em prol deste nosso mundo constituindo-se como um porto seguro para todos os que decidem agir na resolução deste problema. Acredito que abraçando as opções ao nosso alcance poderemos proteger a maravilhosa fauna e flora que nos rodeia e alcançar a sustentabilidade, salvaguardando o nosso ambiente e a qualidade de vida das futuras gerações.

BIO

Nasci em Lisboa no ano de 1978. Desde tenra idade que o som fez parte da minha vivência diária, tendo encontrado permanente estímulo e apoio no seio familiar.

Aos 12 anos já no Colégio Militar iniciei um percurso musical como projeto de vida, uma forma de expressar emoções, sentimentos e criar sensações. Desde então a guitarra e a voz têm sido as minhas companheiras inseparáveis de aventuras e desventuras.

Em 2012, surgiu o meu primeiro álbum de originais "No Silêncio dos teus olhos" um álbum Rock de influências diversas, como Funk, Swing e Jazz.

Neste mesmo ano apaixonei-me pelo som terreno e hipnótico do Didgeridoo. O que inicialmente foi interpretado como uma necessidade de exploração de sons em termos de fusão musical, rapidamente se tornou um estilo de vida, que culminou em 2013 com a abertura da Escola de Didgeridoo - Didge Creature. Nesse mesmo ano iniciei um ciclo musical distinto com o projeto Vertigem Sonora   (Sons do Mundo) e posteriormente com o projeto Turquesa Relaxing Moments no âmbito dos concertos de relaxamento/meditativos.

Desde 2014 que com o projeto Relax'vibr'ation exploro as potencialidades do didgeridoo, inicialmente na componente terapêutica (massagem do som) e atualmente através da formação (Workshops e palestras)

Ainda em 2014 apresentei o meu EP Homónimo cujos temas Tatuagem e Bola de Trapos, revelaram uma nova tendência musical, com integração plena deste instrumento de sopro num Pop Rock de influências.

Em 2015 iniciei um projeto a solo intitulado “The Elements – Viagem pelos Sons Ancestrais”, avançando por um caminho onde me é permitido ir mais além na desconstrução e reformulação da interpretação acústica.

O caminho percorrido culminou em 2016 com o lançamento do álbum - “ANAK BAUK”, um trabalho em apoio da survival international com uma forte componente ecológica e étnica, em prol da defesa da Natureza e dos direitos das populações e Tribos indígenas. 

Em 2018 lancei o álbum ELEKTRUM FANTASY em apoio da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, um trabalho assente numa base Indie Rock e Eletrónica assumindo uma sonoridade distinta, intensa e hipnótica.

Este ano de 2020 será editado um novo trabalho que marcará um novo caminho na minha aventura musical!

EN

Our Planet is in danger and prompt action is required. My works intend to inspire those actions, therefore they act as a safe haven for all those who wish to be a driving force in the process of saving Planet Earth. I believe that if we embrace the possibilities within our grasp, we can protect the wonderful wildlife that surrounds us and strive towards sustainability, while ensuring the safekeeping of our environment and the life of the forthcoming generations.

BIO

I was born in Lisbon in 1978. From an early age music formed part of my daily life, with the continuous support and encouragement of my family.

At the age of 12 at Military College, I decided I wanted to pursue a musical career as a way to express emotions, feelings and create sensations. Since then the guitar and my voice have been my inseparable companions on adventures and misadventures.

In 2012 my first original album, "No Silêncio dos Teus Olhos” was released, a Rock album with various influences, such as Funk, Swing and Jazz.

In the same year, I fell in love with the earthy and hypnotic sound of the didgeridoo. What was initially interpreted as a need to explore sounds in terms of musical fusion quickly became a lifestyle, which culminated in 2013 with the opening of the Didge Creature  Didgeridoo School. In that same year I began a different musical cycle with the Vertigem Sonora (Vertigo Sound) project (Sons do Mundo - Sounds of the World) and later Turquoise Relaxing Moments, which involved relaxation/meditative concerts.

Since 2014 with the Relax'vibr'ation project I have been exploring the healing capacity of the vibration of the didgeridoo, an instrument whose origins have been lost from the collective memory of humanity itself. 

Also in 2014 I presented my EP Homónimo on which the themes Tatuagem and Bola de Trapos revealed a new musical trend, with full integration of this wind instrument into Pop Rock influences.

In 2015 I started a solo project entitled "The Elements - Viagem pelos Sons Ancestrais", moving down a path where I permit myself to go beyond the deconstruction and reformulation of acoustic interpretation.

My immense passion for the sound of the didgeridoo has enveloped my way of expressing music, culminating in 2016 with the release of a new album in the fields of World Music - "ANAK BAUK", a work with a strong ecological and ethnic component in support of the preservation of nature and the rights of indigenous peoples and tribes.

In 2018 with the album ELEKTRUM FANTASY the inspiration of the didgeridoo and the mouth harp finds its way in an Indie Rock and Electronic structure with a  distinctly intense and hypnotic World Fusion Music sound.

© by MIGUEL MAAT